24 de jan de 2016

Ele voltou, quanta saudade!

Depois de 15 anos ele voltou.  Estou toda felicidade.
Estou num pé  e noutro e mal posso esperar a próxima  quinta-feira, quando o verei de novo. Sei que envelheceu, mas eu também e daí!

Vou tomar um banho e me perfumar,  quem sabe,  até  colocar minha melhor camisola,  melhor roupa de cama e meia luz, tomar um café especial.
Ligar a TV e assisti a nova série do arquivo X. Sim,  depois  de 15 anos a série está de volta e eu continuo sua fã  de carteirinha.

Existem coisas pequenas e bobas que são capazes de nós dá alegria mesmo quando,  do lado  de fora,  tá  reinando o caos.
Tente,  invente e seja feliz!

2 comentários:

  1. Olá Nouredini

    Estava para lhe dizer como um cantor brasileiro do qual esqueci o nome - ONDE ANDA VOCÊ ? Também não sei o nome da canção - há, esta cabeça arruma de vez, e depois não encontro.
    Mas ao chegar aqui, encontrei a Nouredini - então tudo O.K.
    Gostei muito deste seu texto - quem diria que se tratava dum personagem duma série...
    Tente, invente e seja feliz! Estou de acordo.
    Beijinhos
    Dilita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde Anda Você
      Vinicius de Moraes


      E por falar em saudade
      Onde anda você
      Onde andam os seus olhos
      Que a gente não vê
      Onde anda esse corpo
      Que me deixou morto
      De tanto prazer

      E por falar em beleza
      Onde anda a canção
      Que se ouvia na noite
      Dos bares de então
      Onde a gente ficava
      Onde a gente se amava
      Em total solidão

      Hoje eu saio na noite vazia
      Numa boemia sem razão de ser
      Na rotina dos bares
      Que apesar dos pesares
      Me trazem você

      E por falar em paixão
      Em razão de viver
      Você bem que podia me aparecer
      Nesses mesmos lugares
      Na noite, nos bares
      Onde anda você

      Excluir

Obrigada pela visita. Deixe seu comentáro, enquanto passo nosso cafezinho.