6 de jan de 2013

Aninha sessentou e assentou


 O café de tição ferve e depois assenta. É um café forte , tem um pouco de borra, mas é um dos melhores e mais gosotosos  para ser tomado ao ar livre.

Faço esta comparação  a Aninha que acabou de sessentar e já não precisa de tanta fervura como dantes. Hoje está mais acomodada, mais rechonchuda e não menos bonita. Continua forte e singela, uma mistura que só consegui encontrar em poucas pessoas.

Os fortes tendem a duros e os singelos a fragilidade. Aninha é dura na queda, já foi testada em várias formas de dores e perdas, mas  sempre se levanta. Balança, mas não cai. Do lado da singeleza e da meiguice chega aos excessos e com frequência distribui beijos, abraços e mimos. Fica feliz com uma flor de mato e diz que é um barato!

Foi a primeira mulher a formar-se engenheira mecânica na Bahia e sempre adorou bordados, laçinhos e de fazer comidinhas para todos. Seu sitio é uma verdadeira a hospedaria. De todas as crianças da família ela é a  vó Aninha e do bizo, a filha querida.

Seu novo hobbie é fazer roupas de bonecas e inventar engenhocas para o neto, de quem herdou o cachorro e jura de pés juntos que hoje latiu para ela e lhe  deu abraço de aniversário (com será abraço de patas?!): - Vixe, que cachorro inteligente!!!!

Aninha é grande em tudo: - grande mãe, mulher, tia,  dinda, irmã, avó, amiga, colega, filha, sogra (imaginem!).  Generosidade é  a sua bandeira diária.

Aninha, lhe convido para um cafezinho  porque quero lhe dizer uma coisa -  acho que um pitada de egoísmo não lhe cairia mal!! Este tempo de assento merece ponderação e Aninha deveria se dedicar e cuidar um pouco mais de Aninha, dar-se um pouco daquele  ar livre do café de tição do início da nossa prosa , com borra, mas gostoso.

 Rezo a Deus e faço figa que me ouça!

Beijos Aninha, seja feliz hoje e sempre

 

 

 

 

Um comentário:

  1. Eu acho que ter uma Aninha na nossa vida já é uma boa dose de felicidade...Eu sempre tive uma especial admiração por essas pessoas que, como a gente costuma dizer, "não existem"! Mau grado aquela pitada de inveja que nos coça a alma quando admitimos que gostaríamos de ser como elas...
    E se ssssentar é bom, café de tição 'inda é melhor!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Deixe seu comentáro, enquanto passo nosso cafezinho.