27 de jan de 2013

Cafezinho com lágrimas.

Hoje o cafezinho não tem bolinho, nem risos. Seus goles apenas  aquecem nosso  frio na barriga  pelo susto da tragédia desta madrugada em  Santa Maria.

Em momentos de grande dor  o cafezinho  nos encoraja a esperar e nos apoia em momentos  de despedidas. Para os que ainda procuram pelos seus, o café os mantém em pé quando o coração e pernas jaó estão em frangalhos.

Santa Maria é uma cidade universitária e para mais de 240 famílias os seus filhos, Jovens com média entre 18 e 25 anos,  encerraram hoje os seus históricos escolares e não foi com a tão sonhada formatura , mas por uma morte  brutal, imbecil e até certo  ponto anunciada.  

A dor é incomensurável!

Para os colegas que ficaram restou a triste certeza de que jovens, aqueles mesmo que riem , andam em bandos, estudam em grupos, vão a festas e brincam não são imunes a morte .

Eu diante da TV tomando meu cafezinho gole a gole,  penso nas nobres verdades e constato duas delas: sofrimento e morte é para todos.

Que todos familiares e amigos possam encontrar paz.

Shanti

 

 
 

Um comentário:

  1. Como já escrevi noutro local, amiga, estamos condenados ao café salgado como que em expiação de pecados alheios...Que Deus enontre um cantinho para todos esses inocentes, vítimas de uma incúria asassina que evoca a justiça dos infernos...

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Deixe seu comentáro, enquanto passo nosso cafezinho.