11 de set de 2014

Mesóclise, um cafezinho de entremeio.


Ontem estávamos atarefados na revisão de um relatório para ser enviado a Roma. Confesso, que dentre os membros da minha equipe, sou a menos qualificada em qualidade redação, revisão e finalização de textos. 

Sou a pessoa que sabe o quê, o como e a justificativa.Conheço bem o meu trabalho, dou corpo aos textos com dados e fatos relevantes, tenho memória exemplar e sacadas rápidas, mas minha escrita é pobre, principalmente se comparada a qualidade e exigências de redação do meu Coordenador. Já falei dele aqui e das suas muitas habilidades com a escrita e até deitei elogios.

Para nossa sorte temos na equipe uma técnica,  secretária de formação, com grande habilidade na escrita, com tranquilidade e paciência para revisão, atenção plena e creiam,  consegue rever os textos na altura e qualidade de atender a coordenação. Apesar dela sempre reforçar que o português é uma língua difícil, ela dá conta direitinho do recado!

Ontem entregamos a versão do Relatório revisado e fomos chamados a uma reunião para discussão. Todas as correções feitas pela colega foram integralmente aceitas e até ratificadas na regra pelo nosso coordenador, exceto as substituições de termos que poderiam mudar um sentido técnico, causar uma má interpretação, ainda que corretamente aplicados.

Uma, uma única coisa não passou - um caso de ênclise. Do alto do seu garbo, o chefe disse em voz solene: - ainda que certo, me desculpe, mas a próclise me agrada mais. Sinto muito, aqui mudaremos.

Ante a solenidade do ato, só um cafezinho quebraria o clima e nos faria rir conjuntamente do fato. O chefe foi salvo do embaraço pelo café no meio da reunião e o café tornou-se mesóclise do momento.

Viva o santo cafezinho.





                                                                                           imagem colhida na web, sem autorização




                                                                                                         #floresbrancasbelapaz
                                                                                                   bom dia, boatarde, boa noite

2 comentários:

  1. Enviei por e-mail ao chefe, que discreto não posta em blogs e recebi um retrono reconfortante, elogioso e até com aprovação.
    Cafezinho faz milagres acontecer!

    ResponderExcluir
  2. Razão, tinham os latinos: IN MEDIO VIRTUS...

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Deixe seu comentáro, enquanto passo nosso cafezinho.