10 de jun de 2014

Café na Copa e na Cozinha







Faltam 2 dias para o início da Copa do Mundo e a única copa que me atraia é a Copa/Cozinha. A cidade já começa a demonstrar os sinais das mudanças impostas pelo certame ou pela falta de planejamento e cumprimento das agendas para ele. As repartições públicas irão funcionar em sistema de turno de 6 horas nos dias de jogos do Brasil e de outras seleções, quando os jogos forem em Salvador.

Não há nenhuma benesse ou gentileza nisto, apenas uma forma de desmobilizar e disfarçar  o transito caótico da cidade. Se saíssemos no horário do jogo, o engarrafamento estava feito e as garrafas preferidas para o período são outras.

Com imposição da lei seca ao volante, muitos se agruparam em suas casas com amigos ou assistirão em bares perto de casa, onde telões e cerveja gelada são um convite. As crianças sempre se incorporam, mesmo os filhos daqueles que militam contra a realização concomitante das maiores eleições e Copa, uma junção de pão e circo.

O fato é que sobram obras por acabar, principalmente aquelas que seriam o maior legado - as de mobilidade urbana ou complementos aos complexos esportivos. Aqui a piscina olímpica da Arena Fonte Nova foi destruída e no seu lugar jaz um buraco cheio de chuva.

Particularmente, desde o ano de 1974 não me envolvo com Copa e longe de protestos e estardalhaços, simplesmente não assisto, torço ou me fantasio. Me reservo ou protesto solitário, que contenta a minha consciência. Sem bandeiras, mas em luto.

Este ano as minhas filhas parecem conflitadas, como se aquilo que sempre senti, tivesse como uma nuvem, pairado sobre as suas cabeças. Não perguntei o que vão fazer, fica por conta do excesso de trabalho e das dissertações de mestrado por defender. Não forço a resposta.

Ambas viajaram antes do final dos jogos, têm um mês de estudos e trabalho em Santa Fé e vão vê o lado seco dos Estados Unidos. De lá, quem sabe, sintam-se mais à vontade de torcer pelo Brasil, ou melhor pela Seleção Brasileira, porque pelo Brasil torcemos dia e noite.

Para mim, restarão horários a compensar, porque os turnos impostos serão pagos e não tenho opção de ficar trabalhando. Aproveitarei para uma leitura e um café gostoso, já que não me arrisco a sair com todos enchendo a cara de cerveja!!!

Ligarei o ar, colocarei um filme e que seja o melhor!


5 comentários:

  1. OS MUITOS E MUITO AMIGOS QUE V. TEM DESTE LADO DO ATLÂNTICO CONFEREM-LHE A OBRIGAÇÃO MORAL DE TORCER PELA EQUIPA DAS QUINAS, DIGNOS DESCENDENTES DE CABRAL QUE SE APRESTAM PARA DESCOBRIR O BRASIL PELA SEGUNDA VEZ...Allez, allez, Portugal, allez!!!
    BJS
    ZITO

    ResponderExcluir
  2. Daqui oferto o que me pedir, menos a Copa ir!

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Senti e sofri a cada gol, mas nem com mandinga, reza brava e patuá

      Excluir

Obrigada pela visita. Deixe seu comentáro, enquanto passo nosso cafezinho.