24 de jun de 2014

No rabo do foguete!

Este ano tive um S. João diferente e a julgar pela quietude, mas parece S. Pedro.
Digno de uma viúva recatada passei os festejos em cuidados de casa, da família e não pus os pés portão fora. Dividida entre sala, quarto e cozinha ou mesmo afundada em cobertas.

As meninas também fizeram diferente e este ano passaram em casa. Agnes veio para cá desde ontem. O costume é que viagem ou se vão para casa do pai, onde não falta folia, comidas da época e bebida.
As duas ficaram entre trabalhos e provas dos alunos por corrigir, notas para lançar e avechadas com a dissertação de mestrado,  desta vez de Agnes, por entregar até o final do mês.
Agnes ajudou Cissa e agora é hora de retribuir!
Dos jogos da Copa só pararam para assistir ao Brasil e num barzinho aqui perto junto com amigos. Mal terminou e já estavam de volta a correria.

Eu?! Eu só posso apoiar. Faço o almoço, arrumo aqui e ali as pilhas de prova e oferto um cafezinho novo para Agnes, que não dispensa.
No trabalho do mestrado pouco posso ajudar porque a área acadêmica de educação e tecnologias de comunicação para ensino passa longe dos meus conhecimentos e ela  tem de se achar com Cissa.
Desta forma, me resumo aos serviços de apoio e fico cá no meu quarto, evitando conversas para não atrapalhar e daqui só saio para missão certa ou para tomar meu cafezinho.

Assim, neste compasso de viúva solitária seguirei até a quinta quando retornarei ao trabalho, já que o dia de amanhã teve o exprdiente compensado  em função do jogo na Arena Fonte Nova.

Rezo para São João dos Carneirinhos olhar pelas minhas filhas, moças dedicadas, que ele lhes traga um futuro justo aos seus esforços.

Aqui sigo cantando para os Joãozinhos da minha vida:  -João Eduardo, primeiro sobrinho neto e João Manuel, filho do meu irmão.

"Capelinha de Melão é de São João,
É de cravo e de Rosa e de mangericão"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita. Deixe seu comentáro, enquanto passo nosso cafezinho.