14 de abr de 2015

café escuro para clarear as idéias

As vezes me pergunto com que  sorte de gente nos metemos ao longo da vida? juramos amor, nos desvelamos, amamos e também somos amados por toda sorte porque  Gente que é “Gente” muda, melhora ou piora com o tempo, esquece o outro e, muitas vezes, até se esquece dele próprio.

Falo disto porque fico a lembrar de momentos alegre, tristes e tão intensos que vivi que ao revive-los sinto tanta emoção que até parece real. Ao mesmo tempo se trago o fato ou pessoa ao momento de hoje na minha vida, vendo com os meus  olhos de agora, essas pessoas e coisas não tem mais significado e assim, desbotam.

É fato, que a saudade e ausência de algumas pessoas dói mesmo no hoje e os sumiços inexplicáveis deixam nuvens de interrogações que nos espreitam a cada lembrança, som, cheiro ou sotaque. Tenho no meu caminho muitas destas interrogações, almas penadas, vagando num mundo paralelo, seja por culpa minha ou deles.

Este mundo paralelo e sombrio, vez por outra, permite um clarão de lembrança boa e a alma, enfim liberta, vai para o mundo do esquecimento para lá descansar em paz. Por vezes  coexiste no mundo do esquecimento colocado por um  e no mundo das almas penadas colocada pelo outro. Assim, uma mesma pessoa possui diferentes atributos em diferentes mentes e corações.

Creio que este mundo não tem café, o café esclarecedor,que aquece a alma e clareia mente. Do mesmo modo não deve ter flores, nem formigas. É um  mundo de esquisitices, chatices e nuvens pesadas.

Queira Deus esses mundos se encontrem no melhor deles e todos em boa mesa tomem café e descansem em paz.

R.I.P a muitos que amei e a mim mesma,

Beijos queixosos!

4 comentários:

  1. É da nossa natureza vivermos a nossa vida e as dos que amamos, com eles, ou com a memória deles...Não fora isso e seríamos uma espécie vegetal mas sem raízes e sem os cordões umbilicais afectivos que preenchem os vazios das nossas próprias frustrações...Em boa verdade, afinal, nós nunca estamos sós: nossa memória não o permite!
    Braça crioulo
    Zito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo querido, que bom é ser comprendida a distancia

      Excluir
  2. Nouredini Heide vc hoje está muito inspirada na vida de duas faces ou so um que pensamos que seja duas. Ja fiz um anel assim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, se gosta de anéis é bem-vinda ou bem-vindo.
      Se gosta de fazer anéis, desconfio que seja Neima ou Andreudete.
      Bjs e volte mais vezes

      Excluir

Obrigada pela visita. Deixe seu comentáro, enquanto passo nosso cafezinho.