16 de dez de 2016

Promessas a cumprir em 2017

A marca Alma Brasileira surgiu em 2001 na Fazenda Velha como uma forma de produção artesanal de aromas em diferentes apresentações. A nossa compreensão era de que a verdadeira Alma Brasileira, que nos inspirou o nome, é um coletivo de um povo que mistura diferentes raças e saberes e convive em diferentes ambientes neste Brasil tão grande. 
Uma Alma assim coletiva, longe de ser uma individualidade, permeia diferentes indivíduos e confere a cada um variadas sensações e percepções armazenadas em suas memórias.

Por ter nascido na área rural do semiárido e se radicado no úmido sul da Bahia, os aromas foram se misturando e crescendo a sombra dos pés de cajá e o cheiro de visgo da banana que cobre a área cacau da Fazenda São José. A estes somaram-se as ervas da cozinha de fazenda e o forte cheiro do cravo e da canela trazidas duma estadia no Baixo Sul.

Quis as circunstâncias que a marca adormecesse no colo de Mataji - nossa mãe terra, por longos anos para um dia ressurgir, despretensiosa, simples e tranquila nas Águas da Ilha das Fontes e do Lago da Pampulha.

Este ano não produzimos os sais de banho para os mimos  do Frescuras e Fofuras, mas já-já animados reintroduziremos nossos produtos em pequena escala, um por vez, sem aditivos, com óleos essenciais e ervas colhidas por nós mesmos ou por outros brasileiros como nós.
Como tenho tido um carinho especial por amigos portugueses, deles tomei por empréstimo as folhas de Oliveira e um pouco de bom azeite.

Nosso único desejo é trazer-lhes a memória momentos de bem estar e permitir que seu corpo sensorial encontre nas ervas o que precisam.

Votos de paz, harmonia e bem estar
Alma Brasileira por Nouredini.'.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita. Deixe seu comentáro, enquanto passo nosso cafezinho.