9 de mai de 2013

O Abraço e o último cafezinho

Ontem acordei e corri as providências para embalar um mimo - presentinho de aniversário, devido fazem dias,  a uma amiga. Amiga que vi passar de mocinha a mulherão, de amiga das minhas filhas a mais uma filha e por fim, tornou-se colega de trabalho.

Dona de algo impar: - trilhar com maestria os caminhos da vida em companhia e sem distinção, entre  os mais velhos e os mais novos, sempre alegre,  boa confidente e parceira.Irmã mais velha e protetora dos manos filha de mainha - D.Valquiria e seu Raimundo, a quem  pouco conheci. Cresceu no Casablanca onde morei por 25 anos.Amiga de todas horas, partilhou conosco alegrias, tristeza e muitas noitadas e nos últimos anos, tive o prazer de ve-la trabalhar.

Ontem passei na sala dela para deixar o presente  atrasado. Como sempre nos abraçamos como amigas, mãe e filha, falamos uma ou duas besteiras para muitas risadas. Ela estava as voltas com uma  grande licitação de logo mais e não cabia demorar.  Sai furtiva deixando um beijo e no corredor tomei um cafezinho : o nosso último!

Pouco tempo depois, em meio ao expediente, ela partiu e bem que tentaram traze-la de volta os colegas e médicos, mas ela era assim de decisões extremadas e como dizem os jovens -FUI!

Maria Goretti,  Go, Gogi, Maria nos deixou de surpresa,  como se fosse uma piada, uma fofoca de corredor que logo vão desmentir. Para mim ficou a amarga tarefa de esperar a chegada das minhas filhas e confirmar uma verdade  que insistimos em por dúvidas.

No Facebook chovem depoimentos incrédulos,  comovidos, chocados. Fotos e mensagens de todos os lugares. Em mim reside a certeza de que a vida esta assim contida entre a primeira e a última respiração!

Maria, minha menina grande,  tenho as melhores lembranças e o amor fraternal que nos une não se contêm em tempo e nem espaço e a energia  não se extingue.
...mas confesso que o dia de ontem foi tão difícil, que aquele cafezinho do corredor foi o primeiro e o último do dia.

Beijos saudosos e boa caminhada Mariquinha!
P.S fiz este post no dia 9/5 entretanto,  um erro de publicação o deixou nos rascunhos. Talvez um tempo necessário aos nossos corações saudosos.
Neste momento estou no aeroporto de Guarulhos em São Paulo.  É dia das mães e tomo meu cafezinho costumeiro para voltar para casa.
Obrigada Agnes e Cissa por estarem vivas e saudáveis.Goretti você estará sempre em nossos corações.


Um comentário:

  1. Saudade e a impressão de que vai abrir a porta a qualquer momento falando alto, botando uma mão na cintura, batendo o pé e dizendo "Olha eu aqui meu povo!"...

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Deixe seu comentáro, enquanto passo nosso cafezinho.