1 de set de 2013

De pai prá filho!

Sustentabilidade tecida com carinho poderia ser um dos títulos para as fotos abaixo. Nada mais forte em nossas memórias do que as cenas assistidas, onde  nossos pais faziam algo com prazer e logo, corriamos a imitar.
As cenas são do sertão da Bahia,  município de Macururé, lugar que poucos ouviram falar. O pai, agricultor experimentador, testa novas formas de plantar, aproveitando o que tem ao seu alcance.
Este homem tem tirado o máximo do que aprendeu sobre novas tecnologias e sutentabilidade. Sobretudo, porque entendeu que o novo, o da hora como dizem, muitas vezes significa voltar um passo, observar e aproveitar o que se tem a mão, o que já se adaptou às condições locais.
Vale tudo,  vale saber limpar o lixo do mundo também!  Aproveitar as garrafas de refrigerantes que já alcançam qualquer recanto deste mundão de Deus.
Acocorado, o filho imita o  pai e na sua expressão feliz ao lado da plantinha,  demonstra toda sua meninice, a  alegria em saber que, apesar da maior seca dos últimos 50 anos, seu bodinho vai comer e  rir!.
Sou feliz pelos que com  pouco, fazem tanto;
Sou feliz pelos pais que sabem amar com suas ações diárias;
Sou feliz porque sustentável para futuras gerações,  nem sempre se dá em discusos complexos;
Sou feliz porque o bioma da caatinga resiste.
D. Rosa, passa um café que eu tô chegando...eita poeirão!

2 comentários:

  1. Sustentabilidade, afinal, é isso mesmo: gente que sabe, gente que luta, que teima e labuta!
    Bjs cumplices,
    Zito

    ResponderExcluir
  2. E iso amigo.
    Nosso trabalho nos traz momentos plenos como este.
    Tente encntrar Macururé no mapa e verá a importância da labuta deles.
    Um bom domingo e setembro de paz!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Deixe seu comentáro, enquanto passo nosso cafezinho.