7 de ago de 2013

Conversas pelo vidro.



A vida é feita de momentos alegres e tristes unidos. As memórias seguem a mesma lógica, alterando associações de fatos negativos e positivos,  lembranças alegres e as  amargas. Isto não é ruim. Trata-se de polarização, um recurso que temos e assim, podemos vencer as adversidades.

Ontem tive duas lembranças sucessivas, experimentei o sentimento de ambas  e as  chamei de conversas pelo vidro – a primeira delas era de uma série de desenhos animados  em 2 D - Os Jetsons (Adoro desenhos chapados e odeio os em 3D).

Quando criança tínhamos nos Jetsons  e sua visão futurista, uma ideia  de como seria o nosso mundo quando  adultos.  Lá, não lembro qual era o ano,  as pessoas já conversavam  em vídeo  conferência, para nós: -  pelo vidro! Meu Deus, as pessoas se viam enquanto falavam, isto nos parecia fantástico!

A outra lembrança, mais amarga, vem cenas de filmes, conversas de prisioneiros em enlatados americanos, onde as pessoas, em dias de visita, conversam pelo vidro sem poder se tocar. Tem sempre uma cena de mãos que se encontram entre os vidros. Aquilo me causava uma angustia, uma aflição de ver e poder não tocar.

A mistura destas duas lembranças  brotou   após uma conversa ao telefone ontem,  quando me dei conta que o futuro dos Jetsons já chegou e acabara de conversar, pelo vidro, via Skype com Paulinho. Lá estava ele ao alcance dos meus olhos. A veracidade da imagem conforta e faz a conversa real, mas uma conversa entre vidros como nos filmes e a angústia se instala.

Sempre é muito bom conversar olhando para outro, lendo as entrelinhas das  rugas e vez por outra, me pegava tocando a tela para ler o  rosto dele e guardar na memória. Assim duas lembranças se misturaram no presente, um passado que se fez presente e um futuro que que já nos alcançou. Uma alegria e uma tristeza unidas.

O saldo é positivo, porque polarizei e fiquei com o melhor.
Obrigada pela visita, amigo querido.  Obrigada também, ao amado por se permitir, ainda que  por breves momentos,  mostrar-se. Ambos são sempre bem-vindos.

Você, “vocês” conseguiram colocar mais quadro na colcha de retalhos da minha memória de menina e mulher, assim misturadas, horas alegre e horas nem tanto, mas caminhando!

Isto merece um bom café!

imagens da internet sem autorização de uso, que podem ser retiradas se solicitado
foto da tela skype em 6/8/2013

4 comentários:

  1. Estou enganado ou a Primavera regressou ao seu coração dividido entre o seu amigo e o seu amado, lutando, cada um, pelo lugar do outro?

    ResponderExcluir
  2. Djvan, grande poeta, diz mais ou menos assim:

    "Drão , não pense na separação, o nosso amor é cimo um grão, tem morrer para germinar!."

    Daí até crescer e florescer meu amigo , muitas vidas irão passar...

    Ainda não é pimavera, mas meu coração já está ousando bater!!!

    Abraços

    PS Acrescentei uma foto depois do seu comentário - é rekk e foi da converaa pelo vidro!

    ResponderExcluir
  3. Gostei de ve-la, sonhando e sorrindo sob a sombra dele...
    Que haja flores no seu sono!
    Bjs
    Zito

    ResponderExcluir
  4. Esta é nossa imagem pelo vidro, ou melhor na tela do skype, onde por preguiça e dada hora, falo já deitada na cama - aliás um perigo!!!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Deixe seu comentáro, enquanto passo nosso cafezinho.